29 February, 2008

Um pouquito de..... :-)

de.... Tango Argentino!

Levantem o volume, está a tocar Lorenzo por Francisco Canaro!
'Old-Age' Tango.

Não é uma delícia? ;-)
Basta ouvir destes Tangos para o meu astral (mood) ter um crescimento exponencial! hehehehe

La Cumparsita é outra música deliciosa, será a próxima.


Sunny hugs {**

26 February, 2008

Um Dia Muito Produtivo... ;-)

O meu dia hoje foi tão produtivo, tao produtivo, mas tão tão tão.... que só me lembrava de um dos meus cartoons favoritos do Ph.D comics, este mesmo aqui em baixo :-))))












..... hhhmmmmm estava solinho lá fora, tão boooooom, têm estado uns dias tão bonitos, apetecia tanto passear, arejar....

Estudante sofre! ;-)



Banana Muffins hugs! {**



----
PS - Adoro mesmo esta banda desenhada, está genial!! não sei porquê, mas identifico-me tanto com estes cartoons... :-)
E já vi o autor ao vivo!
Ele veio cá, foi um Espectáculo, um anfiteatro enorme cheio de estudantes, de fazer inveja a qualquer professor :-)

21 February, 2008

O Eclipse!

Foi ontem and I was there!

Ontem, às 17h40m locais (1h40n UTC, do dia 21 de Fevereiro), deu-se nos céus um dos eventos mais bonitos em termos astronómicos e astrológicos:
O Eclipse de Lua Cheia. :-)

Mas ainda houve mais. Desta vez a Lua situou-se no meio de dois 'pontos' muito importantes: Saturno e a estrela mais brilhante da Constelação de Leão: Regulus.
O que significa que se pode observar a olho nu a sanduiche constituída por Saturno, a Lua Cheia e Regulus.

À hora de inicio, lá vou eu, num grande entusiasmo, escada acima, para o telhado e quando me viro para Leste dou... com a presença de uma camada de 'stratus' mesmo a esconder o acontecimento.
Ainda lá voltei acima umas 4x, mas depois desisti... até que 1h e tal depois começo a ver passar mesmo pelo meu gabinete dezenas e dezenas de estudantes e fiquei a pensar... pouco tempo depois o meu amigo de piso, o Terry, pára à minha porta e diz-me: 'Suséna! Lunar Eclipse NOW!'
e lá fomos nós ter com os 'undergrad' que lá estavam, no telhado.
Éramos quase 2 dezenas de pessoas!

Foi muito bonito, ainda lá ficámos a conversar, outros 'grad' students juntaram-se a nós, e podemos observar o fenómeno e o entusiasmo do pessoal.
Até fiquei assim para o 'orgulhosa', não pensei ver tanto entusiasmo por parte dos mais novos, não me lembro de ver tal coisa em Portugal.

Eles ficaram mesmo até ao fim, até a Lua aparecer de novo!

Valeu a pena, é dos raros momentos em que sentimos que fazemos parte de um TODO e nos apercebemos de quanto pequeninos nós somos, perante um Universo tão extenso e com Leis tão próprias!

E VIVA a VIDA! ;-))

Bubble Tea Hugs {**

13 February, 2008

O Dia de S. Valentim

Seattle vestiu-se de rosa e vermelho para se preparar para o dia de amanhã [aqui ainda é dia 13 de Fevereiro].

2 semanas depois do Ano Novo já se podiam ver estas cores, a lembrar que o dia 14 de Fevereiro deve ser inesquecível.


Tinha esquecido completamente este dia, se não fosse o meu amigo Xavi e o QFC :-) ... mas já lá vou.

O dia dos namorados nunca teve grande significado para mim, exactamente por causa de tudo aquilo que penso, sinto e vejo e que ainda hoje não conseguiu produzir nenhuma mudança interior.

Acho que todos os anos é a mesma coisa, os homens, coitados, numa azáfama para comprar uma caixa de bombons, ou um ramo de flores, ou um perfume que a sua 'cara-metade' anda há meses para comprar, tudo numa correria e num stress para contentar o 'outro lado'.

As mulheres, que tem a tendência natural para ter tudo controlado, já têm este dia muito bem programado e já avisaram o 'objecto do seu Amor' que deverá ser assim e assado, com um jantar de preferência e que gostavam muito de ter isto ou aquilo.

É mais ou menos como o Natal, em que as crianças fazem a lista e os pais (e não só!) andam desesperados a correr de um lado para o outro para conseguir 'contentar os filhos' (netos, sobrinhos, amigos dos amigos e por aí fora....).... sem nunca se lembrarem de lhes explicar o que na realidade é o Natal.

O mesmo se passa com o dia 14 de Fevereiro. Depois de muito ver e ouvir, perguntei-me centenas de vezes:
O que significa este dia, para mim? Qual é o seu significado?

É que, quando falamos de sentimentos e existe outra pessoa em causa (e aqui os amigos também se englobam), temos que ser MUITO Honestos, saber ver a nossa verdade para não magoarmos.

E a questão é, tanto para os homens como para as mulheres:

Que fizemos nós, durante 1 ano inteiro, com a 'nossa cara-metade'?
Fomos amigos dela, respeitámos as suas ideias, opiniões e sentimentos?
Fomos leais?
Ajudámos? Construímos? Rimos? Abraçámos, demos carinho?
Cuidámos? Perdoámos? Compreendemos?

De que vale tentarmos ser tudo isto numa fracção de horas num único dia, se nos outros todos nunca o conseguimos ser?
Além de ser pura ilusão é pura hipocrisia!

Seattle não é diferente de Lisboa, todos os restaurantes estão 'booked', os melhores pelo menos, segundo me disse o Xavi.

Todos fingem estar (há excepções, claro - e ainda bem que as há!) e ser muito românticos para não terem que levar com expressões de decepção e frustação 'da respectiva cara-metade', e toda a corrente de acontecimentos que lhes seguem.
É o peso da sociedade a actuar em todos nós. São os balões que enchem os corredores dos supermercados e a secção de flores frescas que duplicou de tamanho!

Felizmente, [e foram estas as razões que me levaram a escrever este 'post'], duas pessoas cruzaram o meu caminho aqui e que me mostraram que aquilo que eu sempre pensei acerca da relação entre 2 pessoas existe mesmo... existem relações genuínas, construídas com esforço, com paciência e com muito Amor.

Não sou eu que estou a usufruir da companhia destas pessoas, para vossa surpresa Homens, de modo mais íntimo, e nem sei se estarei destinada a viver (nesta vida) uma relação tão genuína como estas duas pessoas conseguíram construir com as respectivas mulheres, mas não escondo que estou muito contente por aquilo que eles me têm ensinado e tenho podido ver e Acredito que foi para isso mesmo que eles cruzaram o meu caminho.

Há uns meses atrás um desses meus amigos disse-me:
"Antes de ser marido da minha mulher, ou sou amigo dela!"
(ele é casado e acabou de nascer o seu 2º filho - ele guardou as férias dele, para poder acompanhar a mulher no 1º mês do bebé).
Quero que pensem sobre isto, tantos vcs mulheres como os meus amigos homens.
Quero saber quantos de vcs homens tomaria uma atitude destas?


Há várias semanas, talvez 3, que vejo o meu amigo Xavi a preparar uma coisa para dar à S.H. (esposa) no dia de S. Valentim.
O Xavi é casado com S.H. há 7 anos, têm minha idade e o primeiro filho nasceu há 7 meses.
Dado que vivemos todos na mesma casa, tem sido uma tarefa difícil e árdua, para ele conseguir trabalhar naquilo que ele idealizou e conseguir esconder até amanhã à tarde. Todos os dias à noite, depois de ela se deitar, ele começa a trabalhar na peça.
Os 2 Domingos passados foram de trabalho intensivo, é o dia em que ela vai à missa e visitar os amigos, logo está mais tempo fora de casa.

O que eu quero sublinhar aqui é que ele comprou todos os materiais para fazer uma caixa de cartão de raiz, comprou várias folhas de papel para a forrar, por dentro e por fora, fez a tampa da caixa, e quando tiramos a tampa, a caixa abre-se completamente e por dentro, em cada lado, podemos ver várias folhas em camadas com frases e fotografias a preto e branco, nas mais variadas formas, dos momentos felizes que compõem a vida deles.
Ele mostrou-me ontem o resultado final.
Não consegui esconder a emoção ao ver tamanho trabalho!
Nunca eu tive o privilégio de ver tanto esforço, tanto dedicação, tanto carinho!
O que ele acabou de fazer ilustra aquilo que nós podemos dar e 99% do nosso tempo NÃO queremos dar. Não é não podemos, é mesmo não queremos.

O que torna tudo tão valioso não é a 'caixa', é em tudo o que está em 'background' da 'caixa', porque se não houvesse 'background', daqueles verdadeiros, a 'caixa' nunca teria sido feita!

Façam vcs próprios a metamorfose acontecer! Os resultados serão sempre bons e valerão sempre a pena, é aquela alegria interior que não sai! :-)

I Hope All of You have a Lovely & Memorable Valentine's Day!

Cidreira Tea Hugs :-) ***

12 February, 2008

The Best Performance Ever Seen....

It happened yesterday, around 11:00 pm, at China Harbor
Restaurant and I was there!
:-))

Vocês lembram-se do que escrevi acerca do Tango? Por que é que eu tinha decidido ir aprender Argentine Tango?
Ontem vi, ao vivo e a cores, aquilo que sempre imaginei sentir quando se dança Tango e que é tão difícil de conseguir (claro... tudo o que envolve sentimentos é difícil!).

Foi o último dia de 4 workshops sobre Tango Argentino e eu e mais uns quantos da minha turma decidimos ir ver como seria... O N.M. e a J.B. conduziram-nos, ela considerada como uma das melhores 'follows' da actualidade, ele um 'lead' muito engraçado a falar espanhol connosco e a pregar-nos algumas partidas de Tango, fizeram uma performance final de cortar a respiração.

A beleza dos passos de ambos foi Iiiiindeeeeeescritível! Oooh My Goodness!

As 3 músicas que dançaram perante uma audiência extensa e rendida, foi de uma Autenticidade, de uma Ligação, de uma Fusão, como eu não pensei ver um dia!

São aquelas coisas que fazem parte da nossa imaginação e que nunca revelamos, ficam cá escondidas bem dentro de nós, deixando acesa a esperança de um dia viver algo semelhante.

Fiquei muito emocionada... se não fosse o rímel nas minhas pestanas, teria ficado lavada em lágrimas ;-)

Isto não se aprende nas aulas, posso-vos garantir!
E mais, nada daqueles passos altamente artísticos: paradas, sacadas, boleos ou ganchos.... tudo muito suave e BELO! para dizer a verdade... BELÍSSIMO!


Ginger Tea Hugs! {***

06 February, 2008

Nas Nuvens :-)

Hoje sinto-me nas Nuvens.... literalmente!!!
hehehehehehe

No espaço de 3 dias recebi 2 ENORMES elogios, vindo de pessoas importantes, com muuuuito conhecimento na matéria, que me elevaram até aos 5 km de altitude e lá fiquei... lá está, a tal alegria interior é difícil de sair :-) :-) :-)

Desta vez foi no Tango.

O Director da escola, que dança Tango há mais de 11 anos, na última aula pratica em que treinávamos os 'Back Ochos', no final disse-me:
'Wow! you are good at this!' ,
e hoje, na última aula 103, em que treinávamos mais uma vez a Musicalidade, um dos meus partners, no fim da música, estava tão visivelmente contente que me diz: 'You're miles ahead of all these people!'

Como se sentiriam se recebessem elogios assim?
Somos capazes de reconhecer as nossas boas qualidades? :-)

Elogios à parte, ainda tenho um longo caminho pela frente, o Tango Argentino não é fácil e vai complicando cada vez mais, requerendo mais pratica.

Começo a acreditar na leitura das mãos.... há uns anos atrás disseram-me algo que está a bater certo. Afinal, nós estamos onde temos mesmo que estar, e mai nada! ;-)


Resto de Boa Semana!
Hugs {**