26 June, 2008

Uma imagem vale ...

por 1000 palavras :-)


















Neste caso por 5! :-))
Este 'e o meu sinal preferido!

hehehehe
Porque sera'?

Um 'Do not Enter' logo seguido de 'Wrong Way' ... ;-) nas Ilhas San Juan, no Puget Sound, umas ilhas pequeninas.



Sunny Hugs {**

24 June, 2008

A caminho de casa.

Ontem, a caminho de casa, no meu daily walking exercise :-), aconteceu um dialogo muito engracado com uma crianca de 3 anos.
Passo a relatar:

depois de atravessar a rua, viro 'a direita e comeco a andar num block e na outra ponta vejo vir uma crianca entusiasmada, com algo na mao, que aquela distancia nao consegui perceber o que era, acompanhada dos avos. Continuamos todos a andar e a distancia entre nos a diminuir, ate' que a crianca, era um menino, percebe a minha presenca e vem direito a mim com uma das maos levantadas. Eu que ia a ouvir TA, tirei logo os auscultadores dos ouvidos, para estar atenta 'a crianca.

Ele trazia uns 5 baloes, em papel brilhante, muito pequeninos, do tamanho de 1/3 do nosso dedo polegar. Eram de varias cores, e percebi logo por que 'e que ele os segurava com tanto cuidado: para nao cairem ou voarem daquelas maozitas pequenitas.
Estava muito entusiasmado, quando chegou ao pe' de mim, mostrou-me os baloes:
(imaginem uma criança de 3 anos, que em altura nao chega 'as ancas, com uns olhos azuis enormes lindos, e uns caracois castanhos, branquinho, com muita firmeza no olhar e nas palavras)

'look!', 'I have 5 balloons!', 'how nice!' disse eu, 'my dad made them for me!', 'can I have one' respondi eu, nisto os avos ja' tinham chegado ao pe' de nos. Ele olha muito indeciso para mim :-) nao estava nos planos dele dar-me um dos baloes. O avo disse 'Erin, it's good to share.' E eu so' sorrio. Voltei 'a carga: 'do you think that you can give me one?', 'hmmm... okay.' enquanto olhava atentamente para os baloes e os passava de uma mao para a outra, abanando a cabeca,'take this one'. 'ooh you gave me the blue one!' era um azul turquesa brilhante, 'blue is my favorite color!'' thank you!' e dou-lhe um enorme sorriso. 'Do you know how to shake hands?' pergunto eu, ao que ele prontamente me estende a mao e damos um aperto de mao, ao mesmo tempo que digo ' I'm Susana. It's really nice to meet you!' e ele firme diz: 'I'm Erin'. 'Erin', digo eu, 'you have to keep it for me, is that okay?', 'okay, I'll save it for you. But tomorrow you will have to come to our house to pick it up.'. Os avos desataram-se a rir e eu pensei logo que de pequenino se torce o pepino e eu, antes que a coisa ficasse mais seria, disse:'if I don't show up tomorrow, don't be sad, okay? It's just because of my work.' Resposta pronta, com muita firmeza no olhar:'sure, but I'll save it for you!' e la' fomos cada um para seu lado, enquanto ele me dizia adeus com uma mao e na outra apertava os baloes.

Que valor aprendeu esta crianca? isso mesmo, muito bem, o da partilha!
'E impressionante o que a memoria guarda. Isto ja' se passou ha' uns dias e eu lembro-me como se tivesse acontecido hoje.
E eu? o que aprendi com este encontro? .... nada que consiga expressar por palavras, mas senti muito, foi como se um desconhecido me tivesse oferecido flores (lembram-se do anuncio.. Isso 'e Impulse!). A felicidade esta' nas coisas simples da vida e nos olhos de quem as ve.

Um beijo.

Vinho Verde :-)

Campo da Vinha!

Vinho Verde Campo da Vinha!

Finalmente bebi um vinho genuinamente portugues aqui, em Seattle!
Iuuuuupiiiiii! :-p

Depois de mais um aula de Tango Argentino, enquanto rumavamos 'a aula pratica noutro bairro da cidade, alguem se lembrou que seria boa ideia pararmos para comer, ao que eu prontamente respondi que sim, pois nao tinha jantado ainda [ainda continuo com os mesmos horarios, nao consigo jantar nem 'as 18h nem 'as 19h como eles aqui fazem... felizmente nao sou a unica! existem mais aves raras entre esta especie! :-) ].
Resolvemos entrar no primeiro restaurante mais perto do local da pratica.
'A entrada estava um sinal diferente de todos os outros que podemos encontrar quando entramos num restaurante. Este sinal dizia: "Grab a seat", a constrastar com o famoso "Wait to be seated".
Um mesa para 4 estava mesmo ali 'a nossa espera.
Nao era bem um restaurante, era mais um bar, com animais pendurados numa parede e quadros antigos de pessoas na outra.
Agarrei no menu e fiquei logo meia desesperada - nao havia nada de saudavel no menu!
Para comer tinhamos muito poucas opcoes, para as desserts idem idem aspas aspas, mas para beber Oh la la! Um lista de bebidas a serio!
E eis que.... o 1o vinho da lista era Vinho Verde- Campo da Vinha, a $6 o copo.
Eu pensei:'Vinho Verde? Vinho Verde?.... isto 'e portugues! so' pode ser portugues!' .....'mas vinho verde num bar? em Seattle? hummm...'
comentei isto com os meus colegas, ja' muito empolgada so' de pensar que o tal bar servia o NOSSO vinho! continuei a ler o menu e eis que me deparo com mais um vinho: o do Porto!
2 vinhos portugueses numa carta de bebidas, num bar em Capitol Hill, o Bairro Alto de Seattle.

Quando veio a rapariga para nos perguntar o que queriamos para comer e beber, eu nao aguentei e perguntei logo de onde eram os vinhos e ela respondeu:
'from Portugal!'
Aahhhhhhh meus amigos, foi como balsamo para os meus ouvidos! hehehehe
Eu e a minha colega pedimos um copo para experimentar antes da comida.
Excusado sera' dizer que me soube lindamente e fiquei tao contente que repeti quase ate' 'a exaustao que estava a beber do NOSSO vinho num bar em Seattle e eles, os sortudos, ainda tiveram direito a uma explicacao sobre o tipo de uvas que temos, as vinhas, a localizacao, a altura da vindima, etc, etc.
Tambem fizemos 'cheers' varias vezes, mesmo 'a minha moda, como geralmente acontece quando salto de um nivel energetico para outro acima :-)

O que eu comi? Mac n' cheese :-) o prato mais popular em Seattle e que significa: Macarroni and Cheese. Nao terminei porque tinha muitas natas (mas estava saboroso) e fiquei logo de estomago cheio. O vinho tambem ajudou.

Pensamento antes de me deitar nessa noite: tenho que por isto no blogue!

Um beijo.{**

17 June, 2008

Sushi!

Pois foi! inscrevi-me num workshop de Sushi! sim, podia ter me dado para pior, mas não, foi mesmo um mini curso intensivo de sushi básico.

Às vezes dou comigo a pensar como é que eu fui cair nesta teia.... a minha 1ª vez foi no final do ano passado aqui mesmo, em Seattle, e não correu lá muito bem... o sushi com tempura adorei! mas o outro, com o peixe cru, muito gordo e gelatinoso, com as ovas por cima, custou-me muito, muito mesmo. Até que cheguei à minha 2ª casa, na 21ª Avenida e a minha floormate :-) adorava Sushi e comprou o livro e fazia vários 'rolls'. Um dos nossos jantares de família, na vez dela, ela preparou um sushi vegetariano, com umas fatias de atum cru a acompanhar (outra versão do sushi) e pasmem-se: ADOREI!!!
A partir desse dia, fiquei fã do sushi bar que existe no QFC ao pé da minha casa, e a versão vegetariana é a minha favorita, é como um ritual: os pauzinhos, os pickles de gengibre (tão BONS!), o molho de soja.... hhmmmmmm :-)... não me arrisco a comer o peixe deles e ainda bem.... depois do que soubemos no workshop, é para estarmos todos bem atentos!

Éramos 10 pessoas na workshop e todos super fãs do sushi. O nosso 'chef' era novo, tinha 29 anos e há 6 anos que se dedicava à arte do sushi. Fizemos os 'rolls' mais conhecidos e até pareceu fácil, se não nos esquecermos dos pequenos 'truques' que fazem com que fiquem deliciosos! Fizemos tantos que cada um pode trazer as suas obras de arte para casa. Foi um experiência válida e engraçada e todos metemos a mão na massa!
Ele partilhou muitas informações connosco a a mais importante eu quero deixar aqui: existem muitos sushi bares nesta cidade e é para onde vai TODO o peixe fresco! Que o peixe que vai para os supermercados já não é tão fresco, excepto na época do Halibut, que é um peixe da região. E cuidado com o Salmão! tem muitos parasitas e não se deve comer cru, só quando se tem mesmo a certeza de que é fresco. Sempre cozinhado ou congelado logo depois de apanhado.

E assim foi... nesta semana que passou, a semana da folga que os donos da casa nos deram, eu invadi a cozinha, toda a para mim (que alegria!) e deixei a criatividade vir à tona e fiz o meu 1º Sushi! Embora não tivesse utilizado o arroz próprio, utilizei arroz integral, saiu muito bem e saboroso, mas não consegui fazer o 'California roll' que é aquele que tem o arroz da parte de fora, porque o arroz integral não fica tão pegajoso ehheheeh.
Já experimentei com o tal arroz especial, mas deve haver um truque na cozedura deste arroz, porque saiu uma porcaria, quero dizer, está gostoso, mas não agradável à vista ;-) ... eu sei onde está o segredo - está no rice cooker! foram os japoneses que inventaram esta deliciosa máquina para cozer o arroz. Toda a gente me recomenda a tal máquina, vivem fascinados com aquilo e como eu como arroz integral todos os dias... vou estudar o caso :-)
Resumindo e baralhando... preparem-se para receber um belo sushi quando vos for visitar, ou mesmo no meu cantinho para uma Sushi party! ;-))

E para terminar, aqui ficam umas recordações das minhas experiências :






Não ficaram mal, pois não?

Um beijo.

Workshops de T.Arg.

Este fsm foi intenso em aulas de Tango. E intenso cá dentro! :-)
por isso toca de partilhar:

Começou na 6f à noite com um Social Dance em que tivemos que ir vestidos a rigor, de modo a poder corresponder à altura da ocasião. Jeans é proibido e confesso que quase não me reconhecia, estava bonita e elegante (não é preciso os outros dizerem para sabermos quando estamos à altura de uma ocasião). Dancei 3h seguidas.
Sábado e Domingo, dois dias de workshops de Tango Argentino, mas com uns Professores da Holanda (e não da Argentina como costuma ser), a fazerem trabalhar-nos arduamente a postura.
Foi muito engraçado vê-los, ouvi-los e aprender com eles, com aquela pronúncia à British e com uns termos de "partir o coco a rir"! Perdi a conta de quantas horas dancei e da enorme aprendizagem que tive com estes senhores, de uma simplicidade e conhecimento atroz!
Fui corrigida umas 6 vezes (que me lembre) na postura e nas ancas, fundamentais para a dança, para a fluidez do movimento e para a minha própria evolução.

O momento alto deste fsm foi quando numa das aulas, o Professor se vira para mim, depois de um tempo a acompanhar-me (a mim e ao meu par), com aquele sotaque à British e diz:
"Susana, are you breathing??"
parou tudo.... estava tão concentrada em aprimorar os meus outros sentidos de modo a poder estabelecer um ligação com a pessoa com quem dançava e nem me lembrei de respirar... resultado: tensão. A minha resposta foi qualquer coisa deste género: Well... I think sometimes I forget to breathe! e pronto.. sessão de 5 minutos com explicações sobre a respiração para a turma toda! heheheheh

Depois de tantas e tantas horas de saltos altos, nos meus tango shoes ;-), ganhei uma dor enorme nos pés, continuam inchados, mal conseguia andar quando tirei os sapatos dos pés (mesmo assim ainda fui a downtown comprar o arroz para o sushi porque meti na cabeça que tinha que fazer sushi naquela noite e porque era a última noite da folga.... estão a ver? isto com a idade vai ficando cada vez pior...) e os sintomas da velhice (leiam-se joanetes ehehehehe) atormentam-me como nunca! estou, portanto, de baixa! até à próxima semana, para poder começar em grande mais uma sessão de aulas e aprender novos movimentos para poder ir a uma Milonga (por acaso tenho algumas dificuldades neste estilo).

Até ao próximo.. sobre Sushi!

Um beijo.

12 June, 2008

Feliz Dia de Stº António!!

Há quem fique verde de inveja com tantos feriados que Portugal tem e que vos deu uma maravilhosa curta semana :-) (estou altamente sintonizada com a minha terra, vcs sabem porquê...) e há quem morra de saudades das nossas festanças. Eu sofro das 2 doenças ;-)

Tenho saudades das ruas apinhadas de gente divertida, de um ginginha comprada nas barriquinhas que enchem Alfama (aquela sensação doce aveludada na boca), ou um manjerico em quase todas as janelas dos bairros e de certeza em muitas, muitas mãos que passarão por lá esta noite. Do cheiro inconfundível do frango, das febras e da sardinhas assadas e mais os pimentos, pois com certeza!
O Stº António é único sim senhor, e é preciso vivê-lo!

Das melhores, melhores recordações que guardo destas festas foi num ano (esta é para ti Natacha!), em que cansados de andar de um lado para o outro à procura de um sítio para comer, finalmente depois de muito esperar lá conseguimos uma mesa e nos sentámos esbaforidos e esfomeados. Quando o rapaz que nos atendeu trouxe a última travessa de febras assadas, e nós nos deliciávamos com as trazidas anteriormente, a minha amiga Natacha sem reparar que o rapaz estava mesmo atrás dela, disse com muito entusiasmo:
"Ena! estas febras sabem a sardinhas!" ...
pois, podem imaginar a nossa cara a olhar para o rapaz, mas a Natacha resolveu logo a situação quando percebeu que ele mesmo atrás dela:
"Ah!! mas estão muito BOAS, sim senhor! Muito BOAS!"
e aqui sim, desatámos todos a rir e o rapaz também.

Existem outras, mas essas saem fora do âmbito do blog, por isso fico-me por aqui.

Não tive o Stº António, nem existe aqui nada semelhante (talvez a Fremont Fair, mas não tão grande), mas a Divina Providência providenciou-me uma semana de folga.. Ooo Lá lá!
Resultado acabei de assistir a um episódio de Sex & the City com a Miranda de aparelho nos dentes, num 'date', a comer uma pasta preta com pão.... imaginem como ela ficou quando sorriu.... com tudo no aparelho... chorei a rir!

Voltarei com mais pormenores desta semana de folga que foi recheada de experiências.

Até já.

Um beijo.



06 June, 2008

E neva.... no Monte Rainier!

Acabei de receber mais um email da Weather mailing list que tenho que partilhar com vcs. Dizia o email:
"It's a winter wonderland in June up at Mount Rainier National Park!"


Olhem só como está o Monte Rainier?? para nos situarmos (é mais para mim mesmo) estamos em JUNHO de 2008 e olhando para a imagem diria que estaríamos em pleno Inverno!
It's impressive!

Mount Rainier National Park










O tempo tem estado tao mau por estes lados.... tivemos chuvas fortes durante varios dias desta semana (como costuma chover em Portugal), as temperaturas baixas, eu voltei ao meu cache-col e casaco comprido... no outro dia resolvi ir para a aula de Tango a pé....(isto com a idade vai ficando cada vez pior) e nao vi a imagem de radar antes de sair, nem o chapéu de chuva me safou, tal foi a quantidade de agua que caiu! Cheguei com as calças encharcadas até ao joelho (felizmente as botas sao MESMO Impermeáveis!!!) e lá tive que inventar uma moda de calças para conseguir dancar com os meus saltos altos, mas até nem ficou mal...
E a previsao é de.... mais chuva! e lá vou eu a correr ver a previsão para Portugal, certificar-me que ainda existe Sol no meu país e que eu vou poder matar as minhas saudades do quentinho solar!
Já falta pouco.... e já cá mora um nervoso miudinho :-))

Um beijo {**

'E preciso manter a esperanca...

principalmente quando se recebe, por email, algo que nos vai deixar tao animados como, por exemplo, este cartoon:












palavras para que?
que raio de realidade a nossa..... coitada da nossa e das proximas geracoes.
Oh Lord... please help us!

A raining kiss ;-)

02 June, 2008

O grande momento do dia.

Hoje aconteceu-me uma coisa extraordinária :-)

Na altura da pausa para o almoço, depois do almoço, quando dou sempre uma caminhada para não adormecer em frente do computador :-) fui tratar das minhas coisinhas e uma das tarefas era ir ao Trader Joes comprar uns produtos que gosto especialmente de comprar neste supermercado. Vou a sair do supermercado e de repente vem-me a ideia do total que paguei pelos 3 produtos que comprei: $4.
4$ por 3 produtos ?!?!?!?!?!?! não pode ser, alguma coisa não está bem. Continuei a andar, mas minha consciência gritava em plenos pulmões : VÊ O TALÃO, VÊ O TALÃO!!!
Tirei do talão da carteira e vi.... ela não tinha passado no scanner um dos produtos, eu tinha pago só 2.
Momento de indecisão.... parada no meio do passeio, a metros da entrada do supermercado, o que é que eu faço agora? o anjo de um lado, o diabinho do outro. Conseguem imaginar os diálogos? exacto.... não demorei muito para tomar a minha decisão, voltei para trás e resolvi fazer o que era certo, justo e responsável... pagar aquilo que comprei.
Quando voltei à caixa com o produto na mão, estava um rapaz alto, todo bem vestido (coisa um pouco rara para os americanos aqui heheheeh) a terminar de ser atendido e estava ele já arrumar as compras, preparado para ir embora quando eu digo:
"I'm sorry but you didn't scan this item!"
bem........ ficaram estupefactos a olhar para mim, como se eu fosse uma pessoa de outro mundo :-)) e após uns segundos de silêncio, ela só sabia dizer "Thank you! Thank you! You're so sweet, so nice" (fiquei logo sem palavras perante estes tão comovidos elogios heheheeh) e ele queria comprar-me o produto, pois nunca tinha visto ninguém a ir ao supermercado queixar-se de coisa semelhante.
Depois de uns momentos de discussão: "Não, não deixe-me pagar!" , "não paga nada! que vim aqui comprar isto, isto é para mim, não tem sentido nenhum o senhor pagar!".
Lá paguei entre a continuação de elogios e depois saímos os dois e ele fez a pergunta fatídica (da qual nunca me livro): "Where's your accent from?" "It's from Portugal" "OOhh Portugal... Eu sê falárre pórtuguês!" (para ler com pronúncia brasileira) "Eu quero ir lá um dia!".
resumindo a história: esteve no Brasil a trabalhar 2 anos, há 9 anos atrás e o português dele era excelente, não se enganou num único verbo, mas lá confessou que depois o inglês dele ficou afectado.... nessa altura saiu-me qualquer coisa como: "como eu o compreendo!".

E pronto.. lá fui eu para a universidade saltando suavemente de nenúfar em nenúfar! ;-)

Um beijo.