24 June, 2008

A caminho de casa.

Ontem, a caminho de casa, no meu daily walking exercise :-), aconteceu um dialogo muito engracado com uma crianca de 3 anos.
Passo a relatar:

depois de atravessar a rua, viro 'a direita e comeco a andar num block e na outra ponta vejo vir uma crianca entusiasmada, com algo na mao, que aquela distancia nao consegui perceber o que era, acompanhada dos avos. Continuamos todos a andar e a distancia entre nos a diminuir, ate' que a crianca, era um menino, percebe a minha presenca e vem direito a mim com uma das maos levantadas. Eu que ia a ouvir TA, tirei logo os auscultadores dos ouvidos, para estar atenta 'a crianca.

Ele trazia uns 5 baloes, em papel brilhante, muito pequeninos, do tamanho de 1/3 do nosso dedo polegar. Eram de varias cores, e percebi logo por que 'e que ele os segurava com tanto cuidado: para nao cairem ou voarem daquelas maozitas pequenitas.
Estava muito entusiasmado, quando chegou ao pe' de mim, mostrou-me os baloes:
(imaginem uma criança de 3 anos, que em altura nao chega 'as ancas, com uns olhos azuis enormes lindos, e uns caracois castanhos, branquinho, com muita firmeza no olhar e nas palavras)

'look!', 'I have 5 balloons!', 'how nice!' disse eu, 'my dad made them for me!', 'can I have one' respondi eu, nisto os avos ja' tinham chegado ao pe' de nos. Ele olha muito indeciso para mim :-) nao estava nos planos dele dar-me um dos baloes. O avo disse 'Erin, it's good to share.' E eu so' sorrio. Voltei 'a carga: 'do you think that you can give me one?', 'hmmm... okay.' enquanto olhava atentamente para os baloes e os passava de uma mao para a outra, abanando a cabeca,'take this one'. 'ooh you gave me the blue one!' era um azul turquesa brilhante, 'blue is my favorite color!'' thank you!' e dou-lhe um enorme sorriso. 'Do you know how to shake hands?' pergunto eu, ao que ele prontamente me estende a mao e damos um aperto de mao, ao mesmo tempo que digo ' I'm Susana. It's really nice to meet you!' e ele firme diz: 'I'm Erin'. 'Erin', digo eu, 'you have to keep it for me, is that okay?', 'okay, I'll save it for you. But tomorrow you will have to come to our house to pick it up.'. Os avos desataram-se a rir e eu pensei logo que de pequenino se torce o pepino e eu, antes que a coisa ficasse mais seria, disse:'if I don't show up tomorrow, don't be sad, okay? It's just because of my work.' Resposta pronta, com muita firmeza no olhar:'sure, but I'll save it for you!' e la' fomos cada um para seu lado, enquanto ele me dizia adeus com uma mao e na outra apertava os baloes.

Que valor aprendeu esta crianca? isso mesmo, muito bem, o da partilha!
'E impressionante o que a memoria guarda. Isto ja' se passou ha' uns dias e eu lembro-me como se tivesse acontecido hoje.
E eu? o que aprendi com este encontro? .... nada que consiga expressar por palavras, mas senti muito, foi como se um desconhecido me tivesse oferecido flores (lembram-se do anuncio.. Isso 'e Impulse!). A felicidade esta' nas coisas simples da vida e nos olhos de quem as ve.

Um beijo.

No comments: