30 September, 2008

O regresso a Seattle. Parte I

A viagem correu bem, ainda apanhámos alguma turbulência, principalmente a chegar ao destino, pois em Seattle o tempo estava mau: vento e chuva forte! :-(
Adeus meus deliciosos 30ºC! Vou ter saudades, muitas saudades!

Mas não pensei que não tinha saudades de Seattle, tinha sim! e muitas também!
Aqui existem coisas únicas, por isso é que gosto de estar cá ;-)

Desta vez viajei pela BA, pois era a companhia aérea que tinha os vôos internacionais mais baratos, as companhias aéreas americanas aumentaram e muito os preços, fora a taxa de $15 por cada mala adicional que levarmos, pois para TODOS os vôos agora só é permitida 1 mala.
Não sei como é a comida da BA nos voos de pequenos curso, mas é muito boa (!!) nos vôos de longo curso.
Como eles são um bocado chatos, ou melhor, um pouco mais rígidos, em relação ao peso das malas, enviei algumas coisas por correio e assim garanti que corresse tudo bem com as minhas malas.
Fiz escala em Londres, Heathrow, e ficámos um pouco mais de 1h à espera para voarmos para Seattle, devido a uma avaria no avião.

Viajei, como sempre, sentada no banco que dá para o corredor, numa viagem com muitos adolescentes, e calhou um British mesmo ao meu lado, com aquele sotaque que me deixa perdida de riso. Gosto mesmo do sotaque britânico! :-)

Vi imensos filmes :-) e mais uma vez pude rir-me com o Só Por Cima Do Meu Cadáver com a Eva e outro que também recomendo, é uma comédia, Guess Who com o Bernie Mac (que entretanto faleceu) e o Ashton Kutcher, namorado da Demi Moore. Já vi este filme tantas vezes (tenho em dvd) que sei os diálogos de cor, credooo!

Nestas viagens internacionais, dão sempre 2 documentos para preenchermos e entregarmos juntamente com os outros que levamos nos Servços de Imigração na 1ª cidade americana em que aterramos.
Desta vez apresentei tudo em Seattle, pois viajei de Londres para Seattle.
Estes documentos são uma declaração da alfândega onde declaramos o que trazemos na bagagem e qual é o motivo da nossa visita aos states e a declaração I94, verde para aqueles que não têm o visto (exemplo: os turistas) e branca para os que têm visto.

A entrevista com o senhor dos S. de Imigração correu bem e foi bastante rápida, em comparação com as anteriores, e o senhor até foi bem simpático o que fez com que eu reagisse bem a exclamação que geralmente fazem: Are studying clouds? :-) I never met anyone that was studying clouds! :-)
Quando não estou muito cansada da viagem (o cansaço altera substancialmente o meu humor), dou sempre muita conversa quando eles fazem este comentário. Quando estou cansada e eles não são simpáticos, só me sai um Yeah...! :-D

O problema surgiu depois de ter recolhido a minha bagagem.

Mas continua na parte II que isto já vai longo :-)

inté! :**

No comments: