30 January, 2009

O meu 1o.... Sismo!

[enquanto nao chegam mais paginas do Meu Diario e outras historias em rascunho... ;) ]


NOTICIA de 'Ultima HORA!


SISMO de Magnitude de 4.5 na Escala de Ritcher atingiu o Puget Sound 'as 5h25m da manha de hoje, dia 30 de Janeiro de 2009 e eu.... SENTI!! :)


Todos os detalhes aqui e mais detalhes do earthquake aqui.
Os 2 websites estao em ingles.


** A minha versao da historia **

Desde que comecei a fazer Yoga, os meus sonos tem sido profundos, isto 'e, quando me deito ja' estou tao ensonada que, geralmente, nao consigo terminar as minhas meditacoes, e durmo quase ate' de manha sem me mexer, sem mudar de posicao. Os sonos leves com sonhos acontecem sempre antes de acordar.

Esta noite acordei , repentinamente, eram quase 5h30m da manha.
Pensei logo: 'Ainda 'e de noite! e eu estava a sonhar... hummmm' ;
de repento apercebo-me de que a cama treme: 'Okay, a cama treme. A cama esta' a tremer!'
1 segundo depois: 'Como 'e que a cama treme sozinha?!'; no segundo a seguir: 'Earthquake!!! Oh My God!'.
Quando a mente se apercebe disto, o manter o controlo 'e uma tarefa dificil.
Passou-me tudo pela cabeca, levantei-me num 'apice e sentei-me na cama. Estava pronta para entrar em accao, caso a intensidade do tremor aumentasse.
Durante aqueles breves segundos, que pareceram eternos minutos, tudo passou pela minha mente: 'se tiver que proteger qualquer coisa, muito rapidamente, o que eu faria; desligar tudo o que tivesse ligado: relembrar onde estavam os casacos quentes caso tivesse que sair de casa'.
A quantidade de adrenalina libertada foi tao significativa, que levei ainda um bom tempo a conseguir voltar a dormir outra vez.

Depois para me levantar.... bem, podem imaginar o sacrificio, principalmente porque o nevoeiro voltou e estava tao quentinho dentro da cama. ;)


Um Foggy kiss com o Sol a espreitar :)

27 January, 2009

Dia 24 de Janeiro - O Depois.

Aqui ficam umas fotografias para ilustrar o que se pode comer la' e como o buffet de frutas ajuda a colorir os pratos:


1) Antes do Buffet:



A 2a foto 'e para ilustrar a Bananas French Toast e o tamanho das Panquecas (a dose vem com 2)!


2) Depois da ida 'as frutas :)


desta vez as panquecas vieram acompanhadas de bacon e as French Toast foram Cinnamon (canela) French Toast


Foi um sucesso!! :)

Estiveram reunidos 'a mesma mesa 10 Portugueses, 1 alemao e duas criancas, de ano e meio, nascidas nos EUA, um em Houston/Texas e outro em Seattle.
Uns biologos (a larga maioria), um de Informatica, outro de Economia , uma de Direito, e uma de Nuvens :).

O restaurante que nos recebeu foi o Portage Bay Cafe, que preparou uma mesa para todos no's, com as cadeirinhas para os bebes e tudo.

A comida estava 'optima, e a conversa foi Excepcional!

'E tao bom falar e ouvir o 'velho' Portugues, que tanto faz parte da nossa identidade.
Ouvir vezes sem conta:"Mas quais sao as couves americanas que mais se assemelham 'as Portuguesas?"

Convivemos, contamos historias, rimos que nem uns perdidos das situacoes caricatas que muitos ja' viveram!

Pusemos uma parte do restaurante a indagar que lingua falavamos!
(ao que parece soa-lhes Russo!)

Numa coisa todos concordamos: Seattle 'e Especial! e nao 'e, nem de longe, representativo da America. Todos gostam muito de ca' estar.

'As 15h aconteceu a despedida, metade do grupo tinha que seguir caminho, a outra metade estava mais relaxada. Eu pertenci a esta 2a metade, que acabou a tomar 'cafezinho' numa 'padaria' em Fremont, um bairro muito catita ;).
Foi ate' ao anoitecer, entre mais gargalhadas.


[- Marcio, esse seu poder adivinhatorio esta' a deixar-me K.O :))]

Depois da despedida, com a promessa de mais um brunch e contactos trocados, eu e a R. acabamos no Cupcake Royale, porque o M. queria algo doce ;). E no's aproveitamos tambem!

Foi um daqueles dias para mais tarde recordar, principalmente por causa da boa-disposicao que todos trouxeram no coracao!

Um beijo }**

23 January, 2009

Dia 24 de Janeiro

Amanha vai ser um dia muito interessante :)
E porque?

Porque um dos melhores restaurantes para se tomar o pequeno-almoco em Seattle, com comida local e biologica (depois actualizo este 'post' com o website do local) vai receber, nada mais nada menos que, 11 portugueses. Vamos todos ao Brunch!!
[Brunch = Breakfast + Lunch.]

O Brunch, aqui na America, 'e caracteristico aos fsm, para aqueles que querem tomar um 'late' breakfast. Este restaurante 'e caro, mas paga-se a qualidade da comida e tem um buffet de frutas, as doses sao gigantes e eu nunca consegui terminar as minhas!

Como 'e que se conseguiu reunir 11 portugueses, sem contar com aqueles que nao podem ir?

Eu conheci o B. e a A. no autocarro, combinamos um pequeno-almoco para eles conhecerem a M., pois trabalham os 3 no mesmo edificio.
O B e a A. conhecem mais 2 portugueses, o A. que 'e casado com uma americana e a S. que 'e casada com um alemao e tem um filho pequeno e que tambem esta' aqui na univ.
Eu recebi um convite para me juntar como membro de um grupo de portugueses aqui em Seattle, no meetup, e fui la' investigar :) o assunto.
Associei-me, percebi que somos muitos aqui, e logo a Ana, do Porto, entrou em contacto.
Combinamos um jantarinho rapido para nos conhecermos, e fiquei a conhecer a Ana e o P., ambos casados e do Porto, o P. ficou a ser a 2a pessoa que conheco que trabalha na Amazon (eu ainda nao lhe disse, estou 'a espera da melhor oportunidade :), que tenho a secreta esperanca que ele tenha descontos nos livros.... a minha Wish List na Amazon ja' 'e tao grande!) - fiquei super contente que ele trabalhe la'- chegaram a Seattle em Maio, e com eles trouxeram o Luis, outro portugues acabado de chegar a Seattle.
Entretanto, o P. e a Ana conheceram mais 3 casais portugueses, todos na Microsoft, casados e com filhos bem pequenos. Destes casais, so' 1 pode comparecer ao pequeno-almoco.
Quando se tem filhos, a nossa liberdade para conviver fica muito reduzida..... nestas alturas concluo que estou muito bem como estou :)

Concluindo: vamos-nos reunir, para falar bom portugues, comemorar o facto de estarmos aqui num numero consideravel, partilhar historias alucinantes e divertidas, e... comer BOA comida!!

Depois conto como foi! ;)

Um freezing kiss (tem estado demais!) :}**

22 January, 2009

O meu diario, pagina 2.

A Tamara disse-me assim, na leitura que me fez: It's unbelievable how your friends are, the people that you choose to be your friends, the people that you attract.. they're something, they're so rich inside, so meaningful!

Apesar de eu saber disso, vejo que muitos deles nao o sabem.
Vejo que muitos deles tem medo.
Um dia eu precisei de um deles.

Houve uma pessoa que cruzou o meu caminho e me disse algo nao positivo acerca do blogue. Algo que nao era verdadeiro. Nao era verdadeiro para mim, mas era verdade para ela.


Percebi que a Verdade 'e bem relativa.
Existem n situacoes na nossa vida a comprovar esta afirmacao.

Entao pedi ajuda.
Telefonei a 2 amigos, do sexo masculino, os homens sao muito mais praticos a resolver certas questoes, e eu precisava deste sentido pratico de ver as coisas, pois a minha mente era um autentico novelo de la~.
De um deles disse aquilo que eu, naquele momento, precisava de ouvir: "Mas esta's preocupada com o que? o blogue 'e teu, tu escreves aquilo que quiseres, aquilo que vai ai' dentro e ninguem tem nada a ver como isso. Os blogues sao para isso mesmo!"
A mensagem nas entrelinhas era: "Gostem ou nao gostem, tu nao esta's aqui para satisfazer os outros, mas para te realizares, seres como 'es. No's gostamos de ti assim, como 'es!"

E 'e por ser assim, como sou, que as proximas paginas do Meu Diario serao 'diferentes', bem mais profundas e traduzirao muito a forma como penso e vejo a Vida.
Nao tenho necessidade de falar sobre estas coisas, mas sinto vontade de escrever sobre elas, porque exactamente 'e a leitura de certos assuntos que me traz uma maior identificacao, 'e atraves da leitura que a informacao chega ate' mim.

E porque, principalmente, quero deixar registado que um dia, nesta existencia que comecou a 25 de Julho de 1977 e terminara' fisicamente quando tiver os meus noventa e tal anos de idade, eu valorizei e muito a sabedoria que carrego, conciencializei o significado da palavra Evolucao e fui atras dela.

Seattle, 25 de Janeiro de 2008.

O meu diario, pagina 1.


Eu sou a maior fa deste blogue :)
Para vcs ate' pode ser e deveria ser uma conclusao obvia, mas confesso que leio o que escrevo vezes sem conta, que adoro escrever e invisto muito da minha energia nisso, que os assuntos nao se esgotam, mas que principalmente eu vejo este blogue como um diario de uma fase da minha vida que eu quero recordar sempre!

Este artigo que deixo aqui tem como unico objectivo o seguinte:



sempre que pensar em desistir do Tango, venho ca' le-lo :)


******

Ontem mais uma aula de TA.


Fui para a aula sempre a pensar que depois deste curso iria desistir do Tango, ou pelo menos, deixa-lo por uns tempos e voltar novamente quando sentisse vontade de o fazer.

Tudo na vida tem um tempo certo para acontecer, e eu sei disso melhor que ninguem.

Tive que desistir do estilo Nuevo, porque ja' nao conseguia conciliar 2 estilos ao mesmo tempo, sem contar com o Milonguero com o qual todos no's iniciamos a aprendizagem do Tango. O estilo que danco agora requer muita energia fisica, concentracao e pratica, tem muitas rotacoes e passos grandes, que para as mulheres sao feitos em saltos com 7cm (ou mais) de altura.


Desde Dezembro do ano passado que outras ideias povoam a minha cabeca, de me concentrar mais em mim mesma e nos meus objectivos, nao os exteriores, mas os interiores, aqueles dos quais ninguem fala.

A danca comecou a ficar de lado.
Deixou de parecer encaixar-se neste mar pelo qual decidi navegar.

Deixei de ir a quase todas as praticas; recebia sms, emails e telefonemas a perguntar o que se passava, um dos meus colegas que treina comigo quase desesperou de tantas vezes que cancelei os nossos treinos, nunca inventei tantas desculpas em toda a minha vida, isto porque ninguem entendia quando eu dizia : "It's not the right time for Tango. I really have to slow down."

O que me preocupava nao eram as perguntas deles, embora eu sentisse saudades de dancar com eles, de estar com eles, de me sentir feliz e linda quando danco; aquilo que me preocupava era a minha indecisao em tomar uma decisao.

E este novelo de pensamentos, que parece interminavel, a dificultar ainda mais a tomada da tal decisao.


Forcei-me a inscrever no novo nivel do estilo que agora estou a aprender.

Ja' tinha faltado a uma aula deste nivel, porque decidi que, nesse dia, tinha que terminar a integracao da equacao diferencial ordinaria na qual estava a trabalhar.

Nao fui.
Mas atingi o meu objectivo: integrei a EDO e obtive os perfis da corrente ascendente.


Mas para esta nao tinha 'desculpa'.
As noites tem estado gelidas aqui em Seattle, ha' semanas consecutivas com nevoeiro, temperaturas abaixo dos zero graus Celsius 'a noite.
Custa sair de casa, depois de um dia de trabalho e todas as preocupacoes relativas a ele nos ombros, e apanhar o autocarro para ir ter aulas.
Nem me arranjei.
Nao tinha vontade.
So' coloquei um top casual caso sentisse calor e tivesse que tirar a camisola que levava por cima.
Nada de make up, nada de nada.

Entrei na aula assim.
Meio esperancosa que algo acontecesse que me fizesse mudar de ideias.
E.... aconteceu!
A resposta pela qual eu esperava foi me dada: Nao! Podes abrandar o ritmo, mas nao vais desistir.


A aula de ontem foi a
M-E-L-H-O-R aula de que tenho memoria.

Foi la' que eu percebi que a minha decisao de fazer yoga caseiro antes de vir para a univ., de manha, foi outra das melhores coisas que podia ter feito por mim mesma.
--
[Sabio mantra da L. Hay: "I Balance My Life Between Work, Rest and Play. They all get Equal Time."]
--
Toda a minha postura fisica esta' diferente, em tudo, e o que eu notei logo foram os meus abdominais a fazerem todo o trabalho de me manter direita e equilibrada durante toda a danca. A coluna e as ancas estavam livres e relaxadas.
Isso facilitou, e muito, o papel dos 'leads', dos homens que nos guiam.

Foi ver isso estampado nas expressoes deles que me disse que ainda nao era a hora de partir.
Recebi elogios emocionantes de todos os 'leads' com quem dancei nessa aula.
Eles ficaram e dancaram visivelmente contentes.

Alguns deles eram/sao estudantes bem mais avancados, que dancam TA ha' anos, e nao ha' 1 ano e meio como eu, e que sao altamente selectivos nas 'follows' que escolhem para dancar. Eu sei disso porque os observo muito.

Eu reconheci o meu valor nessa aula, coisa que, 'as vezes, ainda teimo em nao fazer.

Reconheci a paixao que me guia quando acredito em algo e desejo aprender mais para me superar a mim mesma, e nao em relacao aos outros.
Reconheci que isto tem mesmo muito valor para mim, embora a minha mente teime em me dizer exactamente o contrario.


'E este meu Amor que me torna diferente das outras mulheres que la' estao, 'e esta minha paixao que faz com que eu esteja um mes e meio afastada da 'Tango scene' e volte como se nunca tivesse partido.
Sao estes sentimentos que me enchem de forca e coragem para continuar e que me dao uma alegria que eu nao sou capaz de explicar, mas que sinto imensamente ca' dentro.

E por tudo isto, eu vou continuar como se nao houvesse fim, um fim que se anuncia no final deste ano e que ja' comeca a ser dificil reconhecer e falar.

Seattle, 23 de Janeiro de 2009.


Bolachas de Gengibre :)

ou gingersnap cookies!

ja' podem imaginar o que vou escrever a seguir, nao 'e?
Nao! nao 'e isso, ainda nao as fiz, mas um dos meus grandes amigos americanos e colega de piso, que deixou o departamento para ir para a CA num post-doc, que adora cozinhar e que 'e vegan, enviou-me uma receita de bolachas de gengibre, depois de eu lhe ter enviado a foto a seguir com um pedido de uma receita e um desabafo a dizer que ja' tinha experimentado 2 receitas e tinham ficado muito salgadas (foram literalmente para o lixo, doeu-me a alma!).
Ele tinha uma, experimentou-a e enviou-me a receita, dando sugestoes acerca das quantidades. (Thank you T.!)

Agora para ficar como a da foto, so' me falta mesmo a forma metalica do homenzinho (que ja' sei onde arranjar), isto porque o rolling-pin (rolo-da-massa) ja' ca' canta :-)



digam la', assim em jeito de segredo, se da' ou nao da' vontade de as fazer, so' de olhar para a foto?
:)

Assim que houver novidades em relacao a esta experiencia, actualizo este 'post', sejam quais forem as novidades ;)

E as novidades sao: Ai... senhores, as bolachinhas de gengibre ficaram uma D-E-L-I-C-I-A !!!! A receita 'e super facil de fazer, leva uma boa quantidade de gengibre reladinho e leva melaco, e esta combinacao torna estas bolachinhas Divinais!
Depois de 12 a 13 min no forno, sairam de la' macias e 'chewy'.
Eram para ser a minha sobremesa durante a semana, e tenho trazido 2, uma para meio da manha e outra para meio da tarde. Nenhuma delas ainda chegou a conhecer o 'meio da manha' :), pois assim que comeco, nao consigo terminar ate' haver uma 'unica migalhinha, por mais pequena que seja.

Recomendo vivamente! ;)





Um foggy kiss (pq tem estado dias de nevoeiro intenso) :}**

Os meus primeiros...Cupcakes!



Achei que era uma excelente ideia escrever um 'post' sobre cupcakes colocando logo ao inicio uma fotografia (estao 2 porque nao me consegui decidir :) ) sobre os ditos! As fotografias chamam muito mais 'a atencao, marcam logo o 'post' - sim... tenho andado ultimamente a ler muitos blogues de cozinha (Vegan) :-D

No dia do Presidente (3f) fiz os meus primeiros cupcakes!! O meu espirito comemorativo estava no seu melhor ;)

Colocando os cupcakes no contexto da minha vida, quero vos dizer que, ando, literalmente, numa onda de cupcake-mania :).
Tudo comecou quando a M. me levou ao tao famoso cafe' Cupcake Royale:
"Susanocas, tens que provar os cupcakes royale! Vais adorar!" - e tinha razao :)
Apaixonei-me perdidamente pelos ditos e disse para mim mesma: "Tens que fazer isto em casa!"
Dito e feito.
O unico problema 'e que nao eram Vegan, ou seja, eu que sou praticante de uma alimentacao saudavel, nao me estava a ver a fazer bolos que levassem manteigas, ovos, acucar branco, farinha branca, 'oleos hidrogenados e nao biologicos, tudo coisas que, literalmente, colocam o nosso organismo do avesso, isto 'e, a trabalhar em esforco, e na realidade nao ha' necessidade disso, quando temos 'a nossa disposicao outro tipo de ingredientes que, ajustando nas medidas certas, podem criar sobremesas deliciosas e muito mais saudaveis! :)

Investiguei - 'e nestas alturas que me apercebo que a investigacao 'e o 'ar que respiro' - pesquisei muito na net sobre sobremesas e doces mais saudaveis e resolvi investir num bom livro de receitas, o da Colleen - Vegan Baking . Muito Bom mesmo!
Foi de la' que tirei a receita dos Strawberry Cupcakes (Cupcakes de Morango) e o Frosting (a cobertura).

Um cupcake nao 'e o mesmo que um muffin, em PT acho que ambos podem ser chamados de queques, mas um cupcake aqui significa um bolo pequeno, em miniatura, que em geral nao leva fermento, e difere dos muffins que levam fermento, sao uma especie de pao em dimensoes reduzidas, nao levam cobertura e nao sao tao doces.

Houveram vezes que me desloquei de proposito a Ballard, onde fica o Cupcake Royale, so' para comer um como sobremesa depois do almoco. O meu favorito 'e o de baunilha com cobertura de lavender, e ofereci caixas dos cupcakes especiais da estacao do Natal a diferentes pessoas.

Estes - garanto-vos - ficaram muuuuuuuuuuuiito B-O-N-S !!!! :))
embora (ha' sempre um mas) a cobertura nao tenha ficado como deveria ficar, acho que levou pouco tempo de batedeira. Confesso que ja' tinha os bracos um pouco cansados :), para a proxima bato ate' ficar bem fluffy = em castelo bem firme (como as claras).



-> esta foto 'e para exemplificar o que 'e um 'wire rack', isto 'e, uma grelha onde se colocam as sobremesas para que estas possam arrefecer uniformemente. Foi improvisada com a 2a grelha do forno, ha' que ser pratico ;)



Um beijo e ate' 'a minha proxima experiencia culinaria! :}**

21 January, 2009

O 44o Presidente!

Quem 'e ele, quem 'e ele? :)

***** O-B-A-M-A *****

Sentiram a emocao do discurso?
Sentiram a Esperanca e a Confianca que habita nos coracoes de milhoes de pessoas no mundo inteiro?
Sentiram a Enorme Vontade de Mudar?
Sentiram Alegria por tudo isso?

Os criticos ja' se fizeram ouvir, os pessimistas ja' dizem que Obama nao esta' conseguir nada, mas o que ele ja' consegui foi unir milhoes de pessoas numa so' vontade, foi colocar milhoes de pessoas a acreditar que Yes, We Can!
Se conseguirmos acreditar, dentro de nos', que podemos mudar os nossos pensamentos e torna-los mais positivos, pensar/actuar que estamos neste Mundo Maravilhoso dispostos a torna-lo melhor para todos (este 'e a verdadeira questao), entao sim, poderemos tornar o sonho realidade.

O Obama 'e um homem de valores, de caracter, tem uma visao realista da comunidade e do que ela mais precisa, tem a nocao real do pais e de como este pais afecta o mundo todo - o meu tio costuma dizer: "Os EUA espirram e o mundo constipa-se!".
A 1a dama 'e uma mulher de raca, com muita educacao, com imenso espirito construtivo e isso ve-se em tudo o que ela faz, principalmente na relacao muito saudavel que tem com o marido, e como as filhas do casal sao.

Deixo aqui 2 videos para a posteridade: o Juramento e o Discurso, e uma fotos deles os dois, que me rendeu completamente e sobre a qual cai que nem uma luva a frase "uma imagem vale por 1000 palavras!"





tirada daqui



Um beijo e ate' ja' ;)

08 January, 2009

No autocarro :)

Outra situacao curiosa!

Ao pe' da minha casa passam 2 autocarros.
Esta situacao passou-se no que mais pessoas leva e que tem os motoristas mais 'sui generis' comparado com todos os outros que apanho (e olhem que eu ando bastante de autocarro).

Ja' havia apanhado este motorista antes, e ele ja' vinha a falar ao microfone quando eu entrei e por isso nao percebi realmente o que se estava a passar.

Mas desta vez, a ficha caiu! :) Ele comecou a conversa logo depois de eu entrar e tenho para vos dizer que, em Seattle, existe um motorista de autocarro que faz perguntas de cultura geral aos passageiros!
E esta hein? ;)

A pergunta desse dia, logo a seguir ao Ano Novo, foi:
O que 'e que na Antiguidade se comemorava no Dia 1 de Abril?
Actualmente comemora-se o dia das mentiras, mas antigamente nao.

E ele perguntava ao microfone (todos os autocarros tem microfone e os motoristas dizem onde 'e a proxima paragem e referem os sitios e os acessos importantes da zona) aos passageiros, num autocarro cheio sem nenhum lugar vago, mas sem pessoas em pe', e de repente todos comecaram a olhar uns para os outro, com aquela interrogacao no olhar: "What is this?"
Alem disso, ele dava sugestoes, a que designou "strong hints", para que alguem conseguisse advinhar a resposta.
E as dicas foram: "O mes de Julho foi chamado assim por causa de Julio Cesar, e o mes de Agosto por causa de Cesar Augusto".

A resposta era: comemorava-se o 1o dia do ano.
Tinha lido sobre isso dois antes, precisamente.
Ninguem disse nada. Ninguem teve coragem para 'falhar' perante desconhecidos. :-))) [eu tambem nao!]

E ele nao teve outro remedio senao dar a resposta.
Para aqueles que nao sabiam, aprenderam alguma coisa no autocarro.

Afinal, o saber nao tem hora nem lugar marcado para acontecer. Nao 'e mesmo?

Um beijo }**

Na minha cozinha....

Aqui vai um 'post' adivinha :)

O que 'e que existe em todas as cozinhas americanas e ainda nao existia na minha?

A resposta 'e......vejam o video:



entao? :)))

Era uma...kettle (em ingles) e apita e tudo!
Um Espectaculo! ;)


Um beijo }**