20 May, 2009

Mariners


**** O artigo sobre a Trovoada foi actualizado! ****



O ''post" sai hoje, as minhas sinceras desculpas pelo atraso, mas ontem estava num daqueles dias endiabrados, cuja 'unica figura capaz de ilustrar o meu estado 'e esta:



e so' escrevia parvoices, completamente fora do contexto de um blogue 'serio' :) como este! hehehe
Todos no's temos dias assim ;)

---

E.. perguntam vcs: "Susana :) quem sao os Mariners?"
Para quem conseguiu resistir e nao questionou o Google :) (estou muito orgulhosa!), os Mariners sao a equipa de baseball de Seattle, e a casa oficial deles 'e o Safeco Field, em downtown.

Fui ve-los, com o FIUTS, no final de Junho de 2007 (ainda escrevo sobre o que aconteceu em 2007!). Foi o meu primeiro jogo de baseball, ao vivo e a cores, na America!
O FIUTS tem um bom desconto nos bilhetes e fomos um grupo grande.
Quando chegamos 'a vizinhanca do estadio, tive a primeira impressao do que poderia vir a observar la' dentro: as ruas que davam acesso ao estadio e as estradas estavam cheias de gente. nao se viam os passeios, grandes filas de carros e a policia a organizar o todo trafego em redor.
'A entrada passamos pela seguranca que nos revista, malas, sacos e tudo e deixamos qualquer liquido que tenhamos connosco, 'agua inclusive.
O computador atribui-nos lugares bem acima, la' mais perto do telhado (estes computadores devem 'pensar' que o pessoal novo gosta de alturas, so' pode!), mas ate' foi bom, porque pudemos ter uma visao bem ampla do estadio e de como estava cheio naquela tarde.
Nao conheco as regras do baseball em detalhe, mas os jogos sao muito demorados e existem periodos sem qualquer movimento.
O que foi possivel observar 'e os fas sao fanaticos e estao ali de alma e coracao!

O estadio 'e um pouco diferente do que eu tinha em mente: as bancadas mais perto do relvado dao acesso directo ao comercio: comida e roupas (dos Mariners, claro!), isto 'e, a assistencia pode levantar-se e ir directamente comprar o que quiser, sem ter que se afastar muito ou entrar noutros corredores. O mesmo nao acontece com as bancadas superiores, onde no's ficamos.
Os americanos, muitos muitos deles, ou melhor a assistencia come muito durante o jogo :), foi o que mais observei, os restaurantes tem sempre clientes.
Depois de estarmos sentados um bom bocado, e de ter tido a sorte de conhecer um asiatico que percebia do jogo e que teve o tempo todo a explicar-nos o processo :) - era ve-lo rodeado de belas mulheres :) todas atentas a ouvir as explicacoes que ele dava - ele levou-nos a dar uma volta pelo estadio, para conhecermos "os cantos 'a casa".
Ja' tinha anoitecido nesta altura.
Visitamos todos os andares, inclusive o andar do relvado, onde existe uma parte dedicada ao treino do jogadores que "ficaram no banco", mas que podem ser chamados a todo o momento. Eles, nesta zona, praticam o lancamento e recepcao da bola. Esta divisao tem um gradeamento e os fas estao mesmo ali ao pe' deles, a observa-los!
Ja' era noite cerrada quando viemos embora e o jogo ainda nao tinha terminado. Apercebi-me que as pessoas iam saindo aos poucos, mesmo assim era um mar de gente nas ruas e o autocarro encheu logo na 1a paragem.

O momento alto do jogo deu-se quando o homem do taco conseguiu, efectivamente, receber a bola com o taco e todos desataram a correr! A multidao levantou-se dos lugares e de bracos no ar gritavam. :) Eu tambem me levantei e gritei! ... para mais tarde recordar! ;)

--
Fotos?? sim, claro :), no Cantinho das Recordacoes!
--


Um beijo e ate' ao proximo :}**

2 comments:

Márcio Branco said...

Olá :-)
Não percebo o basebol, ehehehheheh!!! Os americanos devem dizer o mesmo do futebol mas o basebol parece-me bastante confuso e parado, tirando os momentos em que o lançador e o batedor estão frente a frente depois se a bola é recepcionada ou não existe paragens para o outro jogador entrar ou parám para o arbitro decidir e parece-me que não existe fluição como no jogo de futebol mas é a minha visão europeia da coisa!!!O mais certo é estar errado :-)
Se foi ver pela primeira vez e gostou é porque não deve ser tão estranho como eu retrato :-)
Até breve e agora vou ler sobre a trovoada que me parece ser um excelente acompanhamento para um chocolate quente e/ou um serão romantico :-)

Daisy said...

Viva!!
e a sua visao europeia esta' certa - o jogo 'e realmente muito parado! No's 'e que estivemos sempre na conversa e aquele rapaz asiatico mostrou-nos o estadio, senao... eu nao teria aguentado la' tanto tempo! heheehheeh nem sei como eles conseguem estar avidamente a ver um jogo destes, mas que conseguem conseguem, vem de pequenino ;)

fique bem!