24 February, 2010

Curso Familiar de Introdução aos Computadores - cont.

 [enquanto não termino o artigo do halloween deste ano.....]

Umas breves notas para vos dizer que já apresentei os meus pais ao Open Office Writer, versão grátis (da Sun Systems) do M. Word e foi um desvario com tanta informação que absorveram! Foi de tal modo que nem apontamentos tiraram, o que me faz suspeitar que vai sobrar para mim ... :)
No final, só se ouviam as palavras "isto é muita coisa, isto é muita coisa", "é um mundo, é um mundo!" LOL.

Aos pouco e poucos, vou apresentando a internet e os emails. Só este tópico dava formação que levaria meses, mas vou ensinando à medida que eles vão procurando/necessitando, mas desta vez conto com a ajuda da minha mãe, que já sabe navegar na internet e prima pela segurança. 
O que os deixou mais entusiasmados foi o email, principalmente o meu pai - ficou encantado da vida!
Criámos-lhe uma conta no gmail e aos poucos ele vai familiarizando-se com o gmail e com todas as suas funcionalidades, muitas das vezes descobrindo por si, pensando primeiro e com atenção, percebendo o que está a fazer. 
Repeti e continuo a repetir, como se fosse um mantra, "muita atenção ao que estão a fazer, vamos perceber o que estamos a fazer!" (isto é válido para todos nós) - tem resultado! lol

De há uns dias para cá, desde que aprendeu a ver os emails, todos os dias, religiosamente, ele vê os seus emails "ah! ainda não vi os meus emails hoje!" dizia ele, à 1h 30 m da manhã, com uma voz vibrante, "não me posso ir deitar sem ver os emails!".
Mas depressa percebeu que os emails não vinham e olhou para mim, com um olhar penetrante , como quem manda um recado escondido nas entrelinhas e disse:
"ninguém me manda emails!", ou "não tenho emails novos".
"estou feita!", pensei.

Como já devem calcular, entrei eu ao serviço, rencaminhando-lhe mensagens daquelas que se reencaminham facilmente sem precisar de resposta: imagens, links, anedotas, histórias, crónicas (as do Sócrates estão na ordem do dia) e os mais diversos power-points.
E está todo contente!

E assim a vida me vai ensinando e mostrando-me que não há um tempo para se ser aprendiz ou para se aprender, é sempre tempo de aprender, que a aquisição de conhecimento não tem uma idade própria para acontecer, basta querer, um querer de dentro e uma humildade para se reconhecer que precisamos de aprender. Os obstáculos estarão lá para testar o nosso empenhamento e a nossa vontade, mas sem eles, não iríamos mais além.


Um beijo :}**

No comments: