24 February, 2010

Nós (os humanos) somos criaturas de hábito :)


[enquanto não termino o artigo sobre o Halloween deste ano..., escrevo sobre estas coisas do dia-a-dia :)]


às vezes penso e tenho a certeza que se nos pudéssemos observar, como quem vê uma peça de teatro, a nossa própria peça de teatro, iríamos assistir a uma comédia, isto porque o hábito faz o monge ou, dito por outras palavras, estamos altamente mecanizados, isto é, piloto automático para o série de eventos ordinários (do dia-a-dia), sem termos a mínima noção de que os fazemos.

E o que acontece quando alguém repara nestes hábitos?
existem alguns tão esquisitos, que só mesmo o silêncio, acompanhado de um par de olhos esbugalhados que traduzem o célebre pensamento "não tinha dado conta!" ou "tenho mesmo esta mania?", nos salva.

Partilhando aqui alguns, para eu própria mais tarde recordar :).

Pais:
Em 35 anos criam-se muitos hábitos, vocês nem calculam.
Tenho vindo a descobrir que o meu pai tem vários relógios internos. Um deles está sintonizado com a hora a que a minha mãe supostamente deveria chegar a casa.
Quando essa hora passa, uns 15 minutos depois, mais minuto menos minuto, o alarme dispara e dou com ele a andar de um lado para o outro, entenda-se da cozinha para a sala e da sala para a cozinha, a recitar o seu mantra para esta situação:
"a tua mãe nunca mais chega, não me disse nada, será que ela quer que eu vá adiantando o jantar?", " o que será que ela quer para o jantar?", eu "pai, tem calma,  se a mãe não disse nada tem tudo controlado, não é preciso preocupares-te.", ele, depois de me ouvir com interferências seleccionadas, "pode ter ficado sem bateria, e depois chega a casa e ralha porque eu não coloquei o peixe a descongelar", e eu penso, a rir-me comigo própria que tenho um pai traumatizado a precisar de terapia LOL, e vou eu para lhe responder quando ele já está de telemóvel na mão a telefonar para ela a perguntar se ele tem que fazer alguma coisa para o jantar.
isto aconteceu.... todas as vezes que, desde que estou cá, a minha mãe chegou uns minutos mais tarde que o habitual! nunca consegui acalma-lo de modo a evitar que ele não lhe telefonasse  e de todas as vezes, não era preciso fazer nada para o jantar. :)

Outra que eu acho deliciosa é o meu pai não comprar nada sem ter a "autorização" da minha mãe. Foi assim toda a vida. 
Aliás, posso dizer, que exceptuando uma ou outra peça de roupa, tudo o que ele comprou "sorrateiramente" deu mau resultado.  E assim como o comprar, incluo também o decidir.

Nestes últimos dias, o meu pai, pessoa que não pára, resolveu inscrever-se num curso de energias renováveis, mas antes de se inscrever, foi lá falar, investigou, conversou, viu se o panorama lhe agradava, se o pessoal era de confiança, o que era preciso e depois de horas a entrevistar e a ser entrevistado, terminou dizendo "então amanhã telefono-lhe porque preciso de conversar com a minha mulher sobre isto, para saber se ela concorda.".... eu imagino a cara do rapaz quando meu pai lhe disse isto! nos tempos que correm, onde a competição faz com que o individualismo seja levado ao extremo, como quem ergue muros altíssmos em volta de uma casa, e só importa o eu, eu e eu, ele veio mesmo para casa e disse à minha mãe que só ia fazer o curso se ela concordasse.
E esta hein?

E, em jeito de conclusão, cá vou aprendendo como educar um homem!! LOL

E, vou também lembrando, a célebre frase: " por detras de um grande homem está sempre uma grande mulher!", e a minha mãe é mesmo uma grande mulher! ;)

tem continuação :)

Um beijo :}**


2 comments:

Andreia Serra said...

Encontramos uma amante do Pais.
Que filha linda!
bjs,
Andreia

Daisy said...

LOL LOL LOL !!!!
sabes, o que mudou ou se transformou foi a minha maneira de ver a relação deles, são os meus olhos que vêem diferentemente :). Existem, como em todas as relações momentos menos bons, e quando eu era pequena esses momentos eram muitos, mas agora, e com o tempo, as pessoas amadurecem e os momentos positivos e engraçados são mesmo muitos e eu adoro brincar com as coisas deles!

Um beijo e Obrigada pelo comment! ;)
Su.