25 December, 2010

Festas Felizes / Happy Holidays!

Antes de começar a escrever texto, quero desejar a todos um



FELIZ NATAL
com muita Harmonia e Alegria nos vossos lares e na companhia de quem é mais importante para vós. Esta é um época em que o Espírito do Amor deve conduzir os nossos corações e iluminar tudo e todos, vamos pensar nisso com carinho!



Neste Natal faz 1 ano que regressei a Portugal... e onde estava eu, há exactamente 1 ano atrás?

As últimas semanas em Seattle foram a empacotar os meus pertences e a levar caixotes com uma dimensão razoável e um peso considerável para a estação dos correios da UW - os senhores dos correios já me conheciam e foram todos muito simpáticos durante todo o processo - e a vender as coisas que não poderia trazer comigo. Fiz um "garage sale" ou venda de garagem, tudo com preços simbólicos, anunciei na mailing list do departamento e enviei por email para a minha lista de contactos e rezei para que conseguisse vender o mais possível. Correu muito bem, tudo estava em muito bom estado. O que não consegui vender, dei, e assim fiquei só com o que cabia nas minhas malas e aquilo que o B&A iriam herdar ;).

No dia 23 à noite, o B. e o pai dele foram buscar-me a casa, a mim e as tralhas que eu carregava comigo, para passar os últimos dias em Seattle na casa deles até ao dia do meu vôo, e entregar a chave do apartamento. Enchemos um carro por completo, com o B. ao volante, até o co-piloto (o pai dele) levava coisas em cima dele. Não havia mais espaço para mais nada dentro daquele carro - até a minha cadeira de meditação lá coube!
Depois foi a confusão para arrumar a herança que deixei lá em casa, então no que toca a comida é melhor nem lembrar :), ainda hoje as especiarias (Meu Deus eram tantos os frasquinhos) moram em Eastlake. Fui arrumando as minhas coisinhas à medida que na cozinha se ultimavam os preparativos para cozinhar o jantar de Natal, e a And. recebia um lindo lindo bouquet de flores - "ai que tenho um marido tão romântico", dizia ela! :p.
Os rapazes vestiram os aventais da Susana (com daisies e vaquinhas só podiam ser meus hehehe!) e expulsaram todos da cozinha: "O jantar está por nossa conta" disseram eles. Nós (éramos 3 mulheres!), para os provocar, ainda emitimos uns avisos "é assim" ou "é assado", mas eles, firmes na decisão que tomaram, só sopravam "estou a ouvir vozes" com aquele ar de quem diz "não precisamos de conselhos que sabemos fazer isto de olhos fechados!" - e não é que o jantar estava bom? muito bom mesmo!
Seguiu-se um momento de pausa para a comida assentar no estômago e a meia-noite chegou e trouxe-me um presente, algo tão inesperado, não estava mesmo nada à espera de receber presentes, mas o B&A são assim mesmo, umas pessoas espectaculares, não há palavras de agradecimento que cheguem para agradecer o carinho que recebi deles desde que os conheci. Adoro pessoas de bom fundo e elevada moral, são um verdadeiro bálsamo nas nossas vidas!
A prenda mais provocante foi mesmo a do L. com aquela t-shirt tão chamativa que já tinha feito correr tinta nos jornais quando o slogan saiu para a rua ;).
Deitámo-nos tarde, a conversa manteve-nos unidos por mesmo muito tempo.

No outro dia, o almoço foi mais recheado em todos os sentidos, de pessoas e de comida, mas eu comi muito pouco, o nervosismo da viagem trancou o estômago e com menos fome fiquei depois de verificar que tinha mesmo muita bagagem comigo. Quando fico nervosa ou ansiosa não como nem falo e é muito difícil sair deste estado. Umas horas depois ia eu a caminho do aeroporto, levada pelo B&A., lembro-me desta viagem que decorreu muito rapidamente pois havia muito pouco trânsito - vantagens de se viajar no dia 25: pouco trânsito e aviões mais vazios (o que é óptimo!) - poucas nuvens no céus, muito frio, o Sol a pôr-se, lindoo, a monte logo ali grande imponente a dizer "adeus, até um dia", tive momentos muito difíceis em Seattle, mas também tive momentos muito bons, e naquela altura em que em poucos minutos aqueles 3 anos e meio me passaram pela frente, 2 lágrimas rolaram pela minhas bochechas abaixo, lágrimas de alegria, lágrimas de muita muita gratidão e de profundo reconhecimento que aquele tempo foi absolutamente fundamental para cimentar aquiilo que sou eu, para me encontrar e reconhecer o meu valor, para saber "onde colocar o sal", para fazer uma limpeza na minha vida. Todos os momentos, todos os segundos vividos, os limtes testados, os horizontes que se abriram, eu estarei eternamente grata à vida por eles. Muito, Muito Obrigada (PAI)!
E quando aterrei em Lisboa, às 18h do dia 26 só me saiu "I'm back!!" :)) e ninguém me apanha tão depressa em viagens desta natureza porque são extenuantes! Dormi tanto, nem calculam, até o pessoal cá de casa estranhou hehehehe

Partilho um slideshow com algumas fotos para mais tarde recordar ;)



Até ao próximo.
Um beijo :}**


PS - The English version will come soon (I hope). I'm truly sorry for my delay in posting entries, but, unfortunately one of my parents is seriously ill and I'm fully dedicated to it.

3 comments:

Andreia said...

Oi Susana!
Feliz Natal e Prospero Ano Novo 2011 para ti e para os teus.
Acreditas que eu estava a espera deste post...
A tua heranca perdura na cozinha de Eastlake!
No entanto, as nossas saudades tuas crescem.

bjs e tudo de bom,
andreia

Daisy said...

Olá Miga!!!

eu já tinha este artigo em rascunho há algum tempo, só estava mesmo à espera que chegasse a hora certa ;).
Obrigada pela visita, e saudades também cá moram, sim senhor, que o convívio com vcs enchia o coração ;).

Feliz 2011 - entrem com os 2 pés!

Um beijinho grande para todos,
Su.

Daisy said...

PS - viste os comentários que eu fiz às fotos? ;)
se não aparecem no slideshow, dá um pulinho ao álbum no picasa - fartei-me de rir ao escrever os comentários hehehehe

Um beijo!
Su.